O postal de Natal

O postal de Natal
PARTILHAR:

O postal que vos apresentamos foi enviado à equipa Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS) /Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), em Dezembro de 2017, data em que quem o remeteu já não se encontrava em acompanhamento pela equipa.

 

"Todos os anos, quando se aproxima o Natal me surge o dilema de a quem mandar postais.

Ponho-me a pensar e a pensar, e depois decido enviar poucos.

Deste modo, se receber o meu postal é porque em algum ponto da vida foi para mim motivo de contentamento, numa vida que não é fácil, afetada por doença, sem cura e estigmas obscuros.

Gostaria de vos desejar um bom Natal e um Ano Novo cheio de alegrias e paz no coração.

Por este modo espero que o espírito do Natal chegue a vós através do correio, que antes ou depois entregará esta carta."


A nossa intervenção, nesta situação em concreto, como em todas as intervenções, teve sempre como foco principal a pessoa, um dos valores fundamentais da missão da CVP, aliada aos sete princípios que a norteiam. Assim, independentemente da "doença sem cura e estigmas obscuros" , como está escrito neste postal, foi possível contribuir para uma melhoria significativa da sua vida, passando a vivê-la com mais dignidade e confiança.

Ao receber este postal, numa época tão especial como é o Natal, a equipa SAAS/CLAIM sente o seu trabalho reconhecido, acreditando que a persistência, a resiliência e a confiança numa equipa mais lata que é a Cruz Vermelha, pode fazer a diferença na vida das pessoas, mesmo quando elas não acreditam que a mudança é possível. Este é apenas um postal, contudo diariamente recebemos sorrisos, apertos de mão e outros pequenos gestos, que simbolizam a confiança depositada no nosso trabalho e que nos motivam a acreditar que é possível fazer melhor e sentir orgulho por estarmos enquadradas numa missão de implementação de uma Cultura de Não Julgamento e Paz.

+ Principais Patrocinadores